A todas as mães trabalhadoras da “Frente de Trabalho”

Esse texto é dedicado a todos os trabalhadores e trabalhadoras da Frente de Trabalho, em especial as diversas mães trabalhadoras desse Programa.

Esse Programa existente em várias Prefeituras denominado “Frente de Trabalho” é Nacional.

Muitos de nós conhecemos alguma trabalhadora que já prestou  serviço para a Cidade. Talvez você seja uma ou tem entre seus amigos ou parentes pessoas que foram frente de trabalho.

Após 2 anos, tempo determinado por lei, essa trabalhadora tem que ficar um ano fora para depois se candidatar a uma nova vaga, caso queira trabalhar novamente nesse Programa. Até aí tudo bem, uma vez que isso é regido por lei. O problema é que  muitas Prefeituras não preparam as trabalhadores  para ao término do contrato possam estar qualificadas para continuar trabalhando. Ou seja, em dois anos é tempo suficiente para oferecer cursos de qualificação, buscar parceria com a iniciativa privada para que possa ser encaminhado no fim do contrato de trabalho.  Temos inúmeros casos de pessoas que saim do Programa e não conseguem novos empregos, pois não tiveram a oportunidade de se preparar durante os dois anos que prestaram serviços ao Município.

O que se pode fazer?

Existem nas cidades duas Secretarias que pode desenvolver programas Municipais para atender essas trabalhadoras: A Secretária de Educação e Secretária de Trabalho e Renda. Juntas podem preparar essas mulheres que ao final do seu contrato de trabalho estejam qualificadas por meio de cursos Profissionalizantes ou cursos de Qualificação Profissional e buscar parceria junto a iniciativa privada afim de colocar essa trabalhadora no mercado de trabalho.

Nesse dia das mães, muitos representantes públicos colocam faixas e mais faixas saudando as mães. Isso é louvável. Porém seria muito mais politicamente correto, se durante os seus mandados (alguns já cumprem 2, 3 ou 4 mandatos, somando 8, 12 ou 16 anos) fizessem seu real papel de elaborar leis para atender essas trabalhadoras.

Essa é nossa contribuição para a reflexão do Dia das Mães, em especial as Mães que fazem dupla jornada de trabalho. Prestando serviços ao Município e fazendo seus afazeres em casa.

Professor Iristeu é Professor de Rede Municipal de Educação de Mauá, formado em Pedagogia com Pós-graduação em Educação, ex-militante do PT, em 2010/2011 foi Secretário da CIPA_Mauá, é membro da comissão de moradores do Núcleo Canaã, Comissão do Sindicato dos Servidores Públicos de Mauá e MILITANTE DO PSOL.

Anúncios

Sobre professoriristeu

Professor Iristeu é pedagogo e especialista em educação.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s