Temer fecha Farmácias Populares

Temer fecha Farmácias Populares

O Ministério da Saúde decidiu, nesta sexta-feira, fechar todas as unidades próprias do programa Farmácia Popular. A partir de maio, 393 unidades deixarão de fornecer medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto.

Lançado em 2004, pelo Presidente Lula, o Farmácia Popular atende a toda população e é dirigido, sobretudo, às pessoas que não têm condições de pagar caro por seu medicamento e, por isso, muitas vezes interrompe o tratamento. Entre as pessoas de baixa renda, o que mais pesa no bolso são os medicamentos (61% das despesas com saúde).

Nas unidades próprias estão disponíveis 107 medicamentos, considerados essenciais, que tratam hipertensão, diabetes, úlcera gástrica, depressão, asma, infecções e verminoses. Além dessas, estão disponíveis produtos com indicação nos quadros de cólicas, enxaqueca, queimadura, inflamações e alcoolismo, além dos anticoncepcionais.

A decisão de fechar as farmácias vai atingir especialmente os idosos. Nessa faixa etária a incidência de doenças crônicas, como a hipertensão e o diabetes, é bem mais comum. Também é nessa fase da vida em que as pessoas já estão aposentadas e com a renda limitada, o que faz que parte dessa renda fique comprometida com a manutenção e recuperação da saúde, como a aquisição de medicamentos.

Anúncios

Sobre professoriristeu

Professor Iristeu é pedagogo e especialista em educação.
Esse post foi publicado em Comunicação_campanha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s